Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Avenida Beira-mar’

É interessante o modo como mudamos nosso olhar, como passamos a ver as coisas, à medida que o tempo passa. Tenho em minhas mãos um grande tesouro: uma cópia do Livro de Atas da Prefeitura, cuja página de abertura foi preenchida no início do ano de 1925. Somente agora passei a olhar este livro, como uma fonte para escrever estas matérias sobre a história de Ilhéus.

Neste livro, onde encontrei a ata de inauguração da escola Barão de Macaúbas, existe outra, logo após aquela, que descreve a inauguração do chafariz que foi instalado na Praça Coronel Pessoa. Este chafariz foi retirado do local de origem, sumiu e a praça foi totalmente transformada em um espaço muito feio.

Diz a ata:
“Aos oito dias do mês de Fevereiro de mil novecentos e vinte e cinco, nesta cidade de Ilhéos e à Praça Coronel Pessoa, pelas dezessete horas, presente o Exmo. Sr. Intendente Municipal, Dr. Mário Pessoa da Costa e Silva, e com ele crescido número de pessoas gradas, ali reunidas para assistirem à inauguração do chafariz que, adquirido pelo então Intendente, Coronel Antonio Pessoa da Costa e Silva, no ano de mil e novecentos (1900), acaba de ser colocado no centro da dita Praça, a cavaleiro do aquário que, a atual administração fez construir no mesmo local”. Portanto ficamos sabendo que existia na mesma praça um aquário.

Após a inauguração da praça, o Intendente e as pessoas que prestigiaram o acontecimento, se dirigiram para a Praça Ruy Barbosa, com a finalidade de dar como declarada oficialmente, o início da construção da Avenida Beira Mar.

Na ata está registrado que: “[…] no local em que começa o trecho da construção da Avenida Beira Mar, fez o Exmo. Sr. Dr. Intendente, a declaração oficial de acharem-se instalados os trabalhos da mesma Avenida”. A ata foi lavrada pelo secretário Leones Fonseca.

Na seqüência, existem algumas outras atas, das quais falaremos oportunamente, porque são muito interessantes. Vamos tratar de uma que interessa especialmente ao assunto que estamos tratando nesta matéria. É a que está lavrada na página 34 do mesmo livro. “Ata de inauguração do calçamento da rua Coronel Ernesto Sá, dos melhoramentos da Praça Cons° Luis Vianna e do primeiro trecho da Avenida Álvares Cabral […]”.

A solenidade aconteceu no primeiro dia do mês de Janeiro de 1927. Segundo a Ata estavam presentes, além do Intendente Dr. Mário Pessoa da Costa e Silva, os conselheiros municipais, autoridades, representantes da imprensa e de diversas associações locais, “muitas excelentíssimas senhoras e grande número de pessoas gradas […]”.

Logo em seguida, diz a Ata: “Passando a mesma assistência à Praça Cons° Luis Vianna, aí declarou o Exmo. Sr. Dr. Intendente inaugurados o novo calçamento, jardim e parque de diversões, construídos na área recentemente aterrada e reunida à dita Praça. Em seguida passaram os presentes à Avenida Álvares Cabral, cujo primeiro trecho – da Praça Cons° Luis Vianna, à Praça Ruy Barbosa – com meio-fios, passeios, arborização e iluminação por conduto subterrâneo, distribuída por nove possantes candelabros, de propriedade do Município, cada qual com três globos opalinos – foi, igualmente, declarado inaugurado e entregue ao gozo público”.

A Ata diz que durante as solenidades tocou a banda “Euterpe 3 de maio” e que várias autoridades usaram a palavra, dentre as quais, o Coronel Eustáquio Bastos.

Com a leitura destas atas, podemos perceber que, a construção da atual Avenida Soares Lopes, demorou bastante tempo e foi realizada por etapas. A primeira delas, do primeiro trecho, até a Praça Ruy Barbosa, foi construída de 1925 a 1927. Da segunda etapa, falaremos em outra matéria. A importante artéria teve vários nomes, como veremos posteriormente, mas já podemos constatar : Beira Mar, Álvares Cabral, Mário Pessoa e Soares Lopes.

avenida1

Anúncios

Read Full Post »