Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Religião’

São Jorge

Alguns autores afirmam que a vila capital da Capitania dos Ilhéus recebeu o nome de São Jorge dos Ilhéus em homenagem ao donatário Jorge de Figueiredo Correia. Eu também, enquanto pesquisadora, o afirmo. Mas, às vezes, me vem uma grande dúvida. Será que os portugueses não chegaram por aqui num dia 23 de abril, já que era comum dar às localidades o nome do santo do dia?

Afinal, não importa o motivo, mas a verdade é que a cidade homenageia, ano após ano, o seu padroeiro, como também presta homenagens a Nossa Senhora das Vitórias, a outra padroeira. Quem foi São Jorge? Acho que deveríamos saber todas estas informações ligadas à nossa história, como deveríamos ensiná-las às nossas crianças.

Diz a história que, no século III, quando o imperador de Roma era Diocleciano, havia nos domínios daquele Império, um jovem soldado chamado Jorge. Era filho de pais cristãos, que o ensinaram desde cedo a crer em Jesus Cristo como seu salvador e a ser temente a Deus.

Ele nasceu na antiga Capadócia, região onde hoje está a Turquia. De lá, após a morte do pai, mudou-se para a Palestina com sua mãe, onde foi promovido a capitão do exército romano, por conta da sua dedicação e habilidades. O imperador lhe conferiu o título de conde. Aos 23 anos se mudou para a corte imperial, em Roma, exercendo altas funções.

Foi nesta época que o imperador Diocleciano elaborou um plano para matar os cristãos, que já eram muitos e começavam a incomodar. Foi marcado, então, um dia para o senado confirmar o decreto imperial. Jorge levantou-se no meio da reunião, declarando-se surpreso com a decisão, afirmando que os ídolos adorados nos templos pagãos, eram falsos deuses.

Causou espanto à assembléia as palavras proferidas por um importante membro da suprema corte romana. Jorge defendeu com veemência e ousadia a fé que devotava a Jesus Cristo, “como Senhor e salvador dos homens”. Esta afirmativa gerou discussão, e um cônsul o indagou sobre a causa desta ousadia. Jorge então lhe respondeu: “Por causa da Verdade. A Verdade é meu Senhor Jesus Cristo. A quem vós perseguis, e de quem eu sou servo”.

O fato de ter-se mantido fiel a Jesus provocou a ira do imperador, que fez de tudo para vê-lo desistir da fé. Foi submetido a torturas de várias formas. Após cada sessão de tortura era levado diante do imperador, que perguntava se ele renegaria Jesus para adorar os ídolos. Jorge mantinha-se firme na sua resposta: “Não, imperador! Eu sou servo de um Deus vivo! Somente a Ele eu temerei e adorarei”. Por causa desta fé inabalável, diz o texto, muitas pessoas passaram a crer e a confiar em Jesus, numa época em que a igreja de Cristo era perseguida e os cristãos castigados e mortos por defenderem a sua fé.

Diocleciano, então, não conseguindo demovê-lo de sua fidelidade, mandou degolar o jovem e fiel servo de Cristo, no dia 23 de abril do ano 303. Rapidamente criou-se uma devoção ao soldado romano que se transformou em soldado de Cristo. Seu culto se espalhou pelo Oriente e, por ocasião das cruzadas, penetrou no Ocidente. Segundo a tradição, ele venceu grandes batalhas contra Satanás, por isso sua imagem mais conhecida é a de um jovem guerreiro montado em um cavalo branco, vencendo um grande dragão.

Na igreja matriz de São Jorge, uma obra do século XVI, segundo o IPAC, existe uma imagem do santo guerreiro sem o cavalo. Imagem não muito comum, pois estamos acostumados a vê-lo sempre, montado em seu cavalo branco e lutando contra o dragão. Quando era criança me ensinaram a vê-lo na lua. Ainda hoje posso vê-lo nas noites de lua cheia.

São Jorge é o santo patrono dos seguintes países e cidades: Inglaterra, Portugal, Geórgia, Catalunha, Lituânia, Moscou e, mais recentemente, da cidade e do estado do Rio de Janeiro, além, é claro, da nossa São Jorge dos Ilhéus. É o padroeiro dos escoteiros e do Corinthias, clube de futebol. Tem uma semelhança, também, com a figura de Sigurd, o caçador de dragões da mitologia nórdica. No sincretismo religioso recebe o nome de Oxóssi.

(Informações retiradas da Internet)

Read Full Post »